Pages

Ads 468x60px

quinta-feira, 29 de abril de 2010

RUY PIRES: UM PRESIDENTE CONTRA A JUVENTUDE

Quem nunca se arrependeu de uma decisão mal tomada? Quem nunca se decepcionou com o comportamento de alguém? Quem me conhece no movimento de juventude sabe que nunca tive papas na língua e sempre coloquei para frente meus posicionamentos. Pois bem, respeito todas as lideranças de juventude, pelo nome que tem, mas, sobretudo pelo trabalho que desempenham em suas bases.
 
Alguns sabem que fui a primeira pessoa a defender o nome do sr. Ruy Pires para a presidência do CEJOVEM (Conselho Estadual de Juventude) por achar que o mesmo saberia como dirigir órgão de tamanha importância, principalmente depois da brilhante gestão dos meus amigos Raimundo Penha, Assis Filho e Ciro Rodrigues. Com o passar do tempo e logo após a eleição, comecei a perceber que o sr. Ruy estava longe daquilo que eu imaginava e muito mais próximo daquilo que me disseram. Tentei esquecer porque acredito que as pessoas são dignas de oportunidades. Percebi que da mesma forma que acontece na velha política, o Ruy candidato era e é totalmente diferente do Ruy eleito.
 
Na viagem que fiz a Brasília, tive um arranca-rabo com então Presidente por discordar dos seus métodos e das suas práticas. A discussão se ascendeu e ali percebi que no alto de sua arrogância, dr. Ruy (que eu várias vezes chamei, mas que não é doutor porque nunca fez doutorado) me desrespeitou, mas do que isso, tentou me afrontar como se eu fosse seu capacho, ou um dos empregados da Secretaria que ele costuma maltratar. Nunca tinha me manifestado, mas o último episódio protagonizado pelo então Presidente me revoltou tanto, ao ponto de não me calar e levar o fato a opinião pública. Antes que as pessoas interpretem mal, o fato não tem nada haver com o ex-secretário Roberto Costa e muito menos com o Secretário Sousa Neto, o problema é com o sr. Ruy Pires, que tem CPF independente e deve responder pelos seus atos. Pois bem, vamos aos fatos:
 
Se eu perguntar a juventude que fez e faz militância na política de juventude do Maranhão, sobre quem é nossa referência no município de Vargem Grande, todo mundo dirá em alto e bom som o nome de Thiago Braz. Ex coordenador de juventude, ex Conselheiro Estadual de Juventude e militante de reconhecida competência. Thiago hoje encontra-se desempregado pois a prefeita Aparecida de quem ele era aliado perdeu as eleições. Assis Filho, sabendo da competência do jovem rapaz, sugeriu ao então Secretário Roberto Costa que o mesmo fosse o elo da Secretaria de Estado de Esporte e Juventude no município para a implantação do Programa Projovem Urbano. Como o Governo Federal deu apenas dois dias para os municípios fazerem as matrículas, Thiago mobilizou amigos e conhecidos para a realização do mutirão de matrículas, que tinha 300 vagas e que o jovem com todo esse esforço conseguiu ultrapassar, chegando a 350 inscritos. Thiago inclusive participou da capacitação dada pela Fundação Gomes de Sousa para realizar tal feito no município.

Envaidecido pela necessidade de mostrar serviço aos seus munícipes, o então prefeito Miguel Fernandes tratou de “mexer seus pauzinhos” para desmoralizar seu jovem adversário político. Como viu que o programa não foi implantado em Vargem Grande por seu intermédio e nem que isso lhe renderia votos, pois o que importa não é se o município foi contemplado o que importa mesmo é se isso dá votos, Dr. Miguel se deslocou a capital São Luís para tentar reverter a situação a seu favor. Foi atendido por quem? Claro pelo Secretário Adjunto de Esportes (e não de Juventude) dr. Ruy Pires. O que o Projovem Urbano tem haver com o Esporte? Tudo bem, sem conhecer o processo, no afã de mostrar serviço para o Prefeito e afoito em ver uma lente da televisão, dr. Ruy resolveu conceder uma "entrevista exclusiva". Durante a dita entrevista, o presidente do Conselho Estadual de Juventude teria deixado o jovem Thiago Braz numa saia justa de dá dó. Segundo comentários de pessoas da cidade, dr. Ruy tinha dito entre outras coisas, que não conhecia aquele rapaz e que ele não estava autorizado para fazer tal trabalho. Disse ainda que o projeto seria desenvolvido pela Prefeitura e que os cadastros feitos pelo jovem Thiago e sua equipe não teria validade alguma. Pasmem! Em conversa com Assis Filho, autor da indicação, ele disse ainda não saber da história e que para ele Thiago ainda era o nome que trabalhava no programa.

Agora imaginem um Presidente de um Conselho Estadual de Juventude que trata uma liderança dessa forma? Imaginem um pessoa dessa com o poder do cargo de Secretário na mão? Inclusive soube por fontes seguras que dr. Ruy teria dito aos seus, que ele, o próprio, não liberaria nada da Secretaria para mim... Ora bolas, Ruy não entendeu que ele não é Secretário... Que se fosse para ele ter poderes Roseana não tinha nomeado Sousa Neto para comandar a pasta, esse diga-se de passagem anda longe do rancor, da inveja e do despeito que consomem dr. Ruy. O Presidente de um órgão que deveria lutar pela juventude, mas que joga contra a juventude. Um presidente-Secretário que não tem planos, que é vil nas atitudes e nas ações, quem duvida é só ver a pauta da 1ª. reunião do CEJOVEM. Como fui errado... Ele esqueceu que sou Secretário de Assistência Social e não de Esportes e que todas as vezes que precisei, fui atendido por Roberto Costa que era Secretário e não por ele que nunca teve poder algum.
 
Não poderia me calar diante de um fato como esse. O episódio ocorrido com o Thiago poderia ocorrer com qualquer um. Como Thiago vai enfrentar as pessoas que ele inscreveu no Programa e que de uma hora para outra não serão mais consideradas? Como fica perante a opinião pública a imagem de um rapaz desmoralizado perante a população de seu município, depois das palavras de um secretário que lhe desmente e tenta lhe achincalhar diante do poder de uma Prefeitura. Uma loucura! O famoso dr. Ruy deve está satisfeito por mais um de seus feitos em “favor” da juventude... Ainda me encontrarei com dr. Ruy nos embates e nas reuniões do CEJOVEM e lhe direi pessoalmente: dr. sua presença no meio da juventude nos envergonha! Vossa Excelência é uma lástima!

Por Samuel Basto
Celho Neto

segunda-feira, 12 de abril de 2010

PCDOB DE VARGEM GRANDE: ENTRE A CRUZ E A ESPADA

Depois da passagem do período das festividades Momesca, podemos sem sombra de dúvidas, afirmar que verdadeiramente de fato inicia-se o ano.

O ano de 2010 não é um ano qualquer, pois a nação brasileira, que é apaixonada por futebol, além de poder desfrutar de mais uma copa do mundo, também terá mais uma vez a oportunidade de mudar o destino da federação e dos estados, ou seja, através da maior festa democrática que será celebrada em outubro próximo nos será dado à chance de no exercício da cidadania escolher o Presidente da República, Senadores, Governadores, Deputados Federais e Deputados Estaduais.



Em meio a este processo mais uma vez o que nitidamente se vê, são as articulações das chamadas “lideranças políticas”, onde algumas destas visam os fortalecimentos de seus grupos enquanto que outras, em número bem superior que as primeiras, visam tão somente o fortalecimento individual (em todos os aspectos).



O carnaval se foi, o período quaresmal e o tríduo pascal também, agora todos estão voltados para as convenções que se aproximam, portanto, os acordos, as negociatas e as articulações estão se intensificando e este fenômeno geralmente parte dos Diretórios Nacionais para os Diretórios Estaduais e conseqüentemente deste para os Diretórios Municipais.



O PT do Maranhão realizou um encontro no mês de março, e neste a maioria dos seus Delegados optaram em fazer uma aliança com o PCdoB e PSB, sendo assim derrotaram a ala do partido que defendia a tese de aliança com o PMDB da Governadora Roseana Sarney Murad. A vitória dos que preferem uma aliança com o Deputado Federal Flávio Dino muito tem repercutido em todo o estado e esta me faz refletir e indagar a respeito do futuro do PCdoB de Vargem Grande, ou melhor, dizendo, o futuro dos comunistas Klécio e Josinaldo, presidente e vice-presidente do partido neste município. Os dois comunistas atualmente ocupam respectivamente os Cargos Comissionados de presidente e vice-presidente do Instituto Municipal de Aposentadorias – IMAP.



diante o exposto surgem então às indagações:

Será que o prefeito de Vargem Grande aliado de Roseana Sarney permitirá que os partidos que dão sustentação à sua administração apóie os principais adversários da governadora?

Sendo assim, a quem o Diretório do PCdoB de Vargem Grande dará apoio nas eleições de outubro, Flávio Dino ou Roseana Sarney?

Será mesmo que os dirigentes Vargem-Grandenses do Partido Comunista do Brasil serão coerentes com as diretrizes da agremiação da qual fazem parte e dizem militar? Ou será que irão partir para o sacrifício, sendo infiéis e assim preservar os Cargos Comissionados que exercem na pseuda-administração “melhor para todos”, mesmo cientes da expulsão do partido?

É esperar para ver o que acontecerá e quais serão os lances e as artimanhas deste “jogo político” que estão por vir!

Por: Thales Henrique






terça-feira, 6 de abril de 2010

BB DE VARGEM ASSALTADO

Eram 5 elementos bem trajados, ao serem atendidos 13:15 hs, anunciaram o assalto para o caixa.

Sairam normalmente do Banco do Brasil, e fugiram em corsa classic preto em alta velocidade para Urbano Santos.
Por Luís Júnior